[Fechar]



[Fechar]



[Fechar]



[Fechar]



[Fechar]

Não tenha medo de abraçar mudanças



Monica Schimene
Monica Schimenes


2016 foi um ano de crise para o mercado como um todo. Na minha agência, MCM, foi também um ano de mudanças. Às vezes na correria da realidade, é fácil esquecer de olhar para o todo e analisar como você chegou até aí, o que aprendeu no caminho e como continuar andando para frente.


Outros rumos em um piscar de olhos

Começamos 2017 com a participação em diversas concorrências após um ano difícil para a economia brasileira. Estávamos para receber as respostas, mas elas não chegavam. Seguindo um planejamento de muito antes, saí de férias, mas saí nervosa, com crises de ansiedade.

Como gestora e responsável, eu sou muito ligada as pessoas que trabalham comigo e, naquele momento, eu estava começando a encarar o fato de que, talvez, precisasse lidar com demissões. O que é sempre muito difícil. Eu tinha essa lista e eu ficava pensando até onde eu teria que chegar. Mais do que manter um ou dois empregos, eu tenho a responsabilidade de manter outros 30.

Uma dessas concorrências poderia fazer a diferença. Deixaria de estar no "vamos demitir" para estar no "vamos contratar". Apenas um e-mail nos levaria de um lado para o outro. Então, tínhamos que estar prontos.

Estava em Orlando, sem dormir e passando mal, quando chegou o e-mail dizendo que a gente tinha ganho aquela concorrência. Me permiti um momento de repouso, descanso e celebração, mas sabia que quando eu voltasse eu teria outros tipos de decisões para tomar.


Olhar, pensar, agir

Imediatamente precisávamos entender quais eram as demandas dessa concorrência conquistada e buscar novos recursos. Esse cliente é do segmento agro, uma área na qual não tínhamos tanta experiência, já que trabalhamos principalmente com setores farmacêutico, B2C e principalmente tecnologia. Contratamos profissionais com uma outra perspectiva desse mercado para dar uma base especialista ao talento que temos na casa.

Com todo o trabalho, e os resultados que estão chegando, nosso novo cliente está conhecendo quem é a MCM e toda a experiência que conseguimos conquistar em 20 anos de existência. Foi assim inclusive que ganhamos a concorrência.

Fomos de um contexto para outro em um instante. Mudamos bastante nossas prioridades e, nessas horas, é preciso ter muita flexibilidade e agilidade para se reorganizar.

Como fazer? Você já tem vários planejamentos antecipados contemplando coisas que nem sabe se vão acontecer? Ou você deixa tudo para última hora e enfrenta o desafio de mudar rapidamente? Existe – e é possível – trabalhar com um meio termo?

De qualquer maneira, eu acredito ser importante - e felizmente tenho essa facilidade - saber de ir de um polo ao outro muito rápido. Acho que é uma questão de perfil. Eu consigo olhar de cima e ver o que eu preciso rapidamente. Encarei um monte de planilhas para entender o que eu precisava fazer e comecei a mudar o rumo do meu planejamento.

Para um empreendedor, essa coisa de mudar muito rápido pode nos deixar inseguros. Uma coisa interessante é o seguinte: nesse momento estamos vivendo um processo de mentoria da Monsanto e eu tenho aprendido um monte de coisas. Uma delas tem me deixado muito mais calma: a noção de que processos podem ser mudados todos os dias.

Quando tenho que executar essas mudanças rápidas e ir em outra direção, fico com a sensação de que as pessoas não podem nem confiar em mim. O que eu tenho aprendido é que todas as empresas de todos os perfis passam por isso – uma Melhoria Contínua.

Isso salvou a minha alma, porque eu me sinto mais leve para saber que podemos mudar.


2017 trazendo uma conclusão

Períodos de turbulência e mudanças repentinas – inclusive as boas – são coisas as quais todas as empresas estão sujeitas. Cada empreendedor tem um perfil diferente, uma forma de reagir nessas ocasiões. O que é importante não é o método: é ter a calma e a atenção de saber conduzir o seu negócio. 2016 foi um ano difícil, confuso e estranho, mas 2017 está trazendo boas notícias e novos desafios. Nós só precisamos estar prontos para recebê-los bem.

Por Monica Schimenes, CEO da MCM Brand Experience

Maio/2017

 

Retornar Artigos

 
Design by Immaginare